NOTÍCIAS

A BIBLIOTECA ESTAÇÃO LEITURA PROMOVE O PRIMEIRO EVENTO DO ANO COM A PARTICIPAÇÃO DA JORNALISTA MIRIAM LEITÃO

27/07/2017

 

Jornalista Miriam Leitão (créditos: Leo Aversa)

 

A jornalista Miriam Leitão é a convidada do 12° Encontro com Territórios, na Biblioteca Estação Leitura, localizada na estação Central do MetrôRio. A nova edição terá como tema o livro da jornalista, a “História do Futuro”, lançado recentemente pela Editora Intrínseca. “História do futuro: O horizonte do Brasil no século XXI” é fruto de quatro anos de entrevistas, viagens, análises de dados e depoimentos de especialistas que revelam o que está por vir — considerando as vocações e potencialidades do país. O jornalista e poeta Claufe Rodrigues comanda o bate papo com Miriam.Em seguida, a escritora vai autografar 60 exemplares, que serão distribuídos gratuitamente aos leitores da biblioteca. "E eu estou de novo com o pé na estrada atrás do futuro. Vou contar a novidade nesse encontro que, tenho certeza, será uma delícia", afirma Miriam.

 

A premiada jornalista parte da análise de dados concretos para fazer prospecções em áreas como meio ambiente, demografia, educação, economia, política, saúde, energia, agricultura e tecnologia. Ela ressalta que, por mais que a crise aponte para um cenário pessimista no curto prazo, é possível supor que o Brasil atingirá níveis elevados de desenvolvimento nas próximas décadas. Em dez anos, por exemplo, o país pode dobrar sua produção de grãos e, ao mesmo tempo, alcançar o desmatamento líquido zero. “Podemos nos abater pelo pessimismo ou fazer um balanço racional dos muitos acertos e vários erros e assim organizarmos o futuro do país”, defende a autora em entrevista para o blog da Intrínseca.

 

Não se trata, portanto, de um mero exercício de futurologia. Nas últimas décadas, o país atravessou uma série de desafios: venceu a ditadura, a hiperinflação e enfrentou a corrupção de forma mais contundente. Se olharmos atentamente a cena atual, veremos no presente os vestígios do passado e também as sinalizações para o futuro. Esse caminho já está mapeado. Basta darmos os passos certos. Como ficcionista, Miriam Leitão mantém a postura que marcou sua trajetória de jornalista: não faz perguntas fáceis. Nem abre caminhos para zonas de conforto.

 

A diretora executiva do projeto, Cristina Oldemburg, acrescenta que, após o bate papo, o público poderá levar o livro autografado pelo autor convidado, além de poder contar com exemplares disponíveis para empréstimos. “A missão da biblioteca popular é estimular a leitura e o pertencimento do livro, formar novos leitores, formar plateia para debate e criar pensamento crítico sobre questões que fazem parte do nosso cotidiano. O sentimento do pertencimento do objeto livro é fantástico, pois a grande maioria dos leitores da Biblioteca Estação Leitura não tem recurso para comprar uma obra literária. Eles esperam ansiosos pelo evento”, conta ela.

 

A biblioteca Estação Leitura completou três anos de funcionamento em fevereiro de 2017, com atendimento diário ao público e resultados significativos. De fevereiro de 2014 a março de 2017,foram catalogados 3.977 livros, cadastrados 5.060 leitores, emprestados 24.699 livros e realizadas 8.293 renovações em mais de 72 mil atendimentos, além de 103 eventos literários.

 

A Estação Leitura é uma biblioteca popular, localizada na estação Central do MetrôRio, sendo a estação mais movimentada do sistema, que tem integração com a rede ferroviária da cidade, o projeto atende a um público variado, moradores do Rio de Janeiro e municípios vizinhos, tais como Duque de Caxias, Belford Roxo, Queimados, Nova Iguaçu, Nilópolis. A faixa etária de leitores é entre 18 e 90 anos (e ainda pais que pegam livros infantis/juvenis para seus filhos), homens e mulheres com as mais diversas atividades profissionais: diaristas, aposentados, vendedores, Jornalistas, fisioterapeutas, estudantes, professores, médicos, escritores, entre outros. A Estação Leitura incentiva a cultura através do acesso gratuito a livros, aos talks shows e às atividades literárias. Tem o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura e do MetrôRio, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei do ISS,conta com apoio do Instituto Invepar e a realização da Oldemburg Marketing Cultural. O atendimento é gratuito ao público e realizado de terça a sexta com os serviços de cadastro, devolução e empréstimo de livros por até sete dias. Dispõe de catálogo digital de todo o acervo na página oficial do projeto (Facebook - www.facebook.com/estacaoleiturametrocentral) e catálogo de consulta por título, autor e assunto/gênero, na própria biblioteca.

 

MIRIAM LEITÃO é de Caratinga (MG). Tem quatro livros de não ficção, um de ficção e quatro infantis. Desses, o Saga foi premiado com o Jabuti de Livro do Ano, o Tempos Extremos foi finalista do Prêmio São Paulo, e o Passarinho ganhou o Prêmio Revelação da FNLIJ. E dois tem selo de altamente recomendável da FNLIJ. É jornalista de TV, rádio, jornal e mídia digital. Em quarenta anos de profissão, recebeu diversos prêmios, entre eles o Maria Moors Cabot, da Universidade Columbia, de Nova York. Ganhou o Jabuti de Livro do Ano de Não Ficção em 2012 por Saga brasileira. Tem dois filhos jornalistas Vladimir Netto e Matheus Leitão, um enteado designer, Rodrigo Abranches. Quatro netos. É casada com o cientista político Sérgio Abranches.

 

SERVIÇO:

Encontro com Territórios: “História do Futuro”

Local: Biblioteca Estação Leitura, na Estação Central do MetrôRio

Data: 16 de agosto

Horário: 19:30h

 

Evento gratuito​

 

Para recebimento do livro, serão distribuídas 60 senhas, que devem ser retiradas uma semana antes do evento, na biblioteca Estação Leitura, localizada na estação Central do MetrôRio. No dia do evento, apresente-a no mesmo local e receba seu livro para participar da sessão de autógrafos.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Avenida Almirante Barroso, 52/ 3001

Centro, Rio de Janeiro, RJ

CEP 20031-000

MAPA DO SITE

© ekloos 2017    |    Instituto Invepar  |    Todos os direitos reservados